quarta-feira, 15 de setembro de 2010

Aula de Idiomas número 1

Viver num país diferente do seu, te faz aprender muito da lingua local. Ensinar uma terceira lingua nesse pais te faz aprender mais ainda. De forma que vou começar a dar algumas aulas de idiomas pra vocês.
Hoje nossa aula tem como tema: "Expressões coloquiais". Segundo uma reportagem do site planeta educação estas expressões são mutáveis, ou seja, se adaptam às mudanças sociais de um determinado grupo, pois carregam não somente fatores lingüísticos, mas também aspectos culturais.

Por mais que a maior parte da américa latina e a espanha falem o mesmo idioma, eles tem muitas diferenças que podem ir desde o sotaque ao uso de expressões linguisticas que tem sentidos totalmente diferentes, ou em alguns casos, nenhum sentido em outro país.

Na Venezuela se utiliza muitas expressões coloquiais, por isso quando você vier aqui fazer uma visita pra mim não basta somente saber falar espanhol, é preciso falar espanhol da venezuela. O que as vezes pode ser um pouco mais complicado, hoje vou deixar algumas das palavras já aprendidas:

  • Pana – é uma pessoa bacana. Quando os gringos(Entenda-se gringo por norte americano, no Brasil gringo é estrangeiro, aqui é americano) chegaram aqui e começaram a chamar de partner as pessoas bacanas, eles entendiam Pana, e assim ficou.
  • Chamo(a) – Rapaz (Moça). Variação é chamito para criança.
  • Naguará - eu traduzo como Porra, porque as pessoas podem dizer tanto para algo bom quanto para algo ruim como “Porra essa televisão é muito boa” ou “Porra porque deixaste esta merda no meio do caminho?” Mas a verdade é que não tem tradução e é usado para exagerar algo seja bom ou negativo
  • EPA – é quase como um eeeei, quando a pessoa diz EPA é porque ele quer falar contigo, ai deves te virar e responder. Uma Variação é dizer EPA Lê, isso é o que dizem, nunca vi ninguém usando essa variação.
  • Regañar – Dar bronca, também pode ser traduzido como dar uma mijada, no sentido de levar bronca.
  • Coño – coño é o orgão sexual feminino, eu diria, pensa em um onibus pequeno, agora traduz pro espanhol, isso que é coño, mas eles usam mesmo quando vão falar pra alguém sobre uma coisa que é ruim, ou muito boa. Coño, como estava sabrosa esa arepa.
Em breve venho com mais aula de idiomas, que em breve se expandirão do espanhol para o aprender ingles tendo o espanhol como lingua pátria
Espero que tenham curtido a aula.
abraços
Daniel Thomás

5 comentários:

Pessoa disse...

Engraçado que quando cê repassava meus e-mails pros outros eles eram censurados, mas aqui não existe censura não, ein. hahahahah

Muito legal o texto, mano.

Pena que eu não sei fazer os sons do espanhol ._.
rsrs

Daniel Thomás disse...

auauhahahu eu senti um pouco de rancor nesse comentário, mas quando eu fazia isso era pra te preservar por não queria que tu se queimasse com tua chefe... uhahuhauhua
um abraço aí

CAMILÃO disse...

aaaaaahahaha muito bom o post!
já vou anotar no caderninho essas expressões, caso vá para venezuela não vou me perder HUASEUH
abraços garooooto!

Daniel Thomás disse...

pois é milão, anota ai pra saber quando começarem a falar mal da gente a gente entender
uhahuahuahu
um abraço

Camila Patty disse...

Adorei as expressões! haha. Já sei como dar bronca em alguém em espanhol. Continua a lista. Estou curiosa. Beijoos